O sistema de arrefecimento é responsável por controlar as temperaturas ideais, melhorando o desempenho e durabilidade das máquinas, moteres e materiais. Este mesmo tipo de sistema é utilizado em maquinários de grande porte, encontrado em indústrias.

Trabalhos com produto de linha profissional, concentrado para Radiadores, desenvolvido nas pistas de corrida e usado em todos os carros da Stock Car, o Celsius possui fórmula de última geração com ação prolongada para proteção do sistema de arrefecimento.

  • Apresenta o mais avançado pacote de aditivos sintéticos, testados nas mais severas condições de uso e em motores de alta performance. Sua composição foi balanceada para o ideal funcionamento de todo o sistema e também para garantir a preservação do meio ambiente.
  • Contém os melhores e mais nobres aditivos para proteção de alumínio, aço, ferro e metais não ferrosos em geral, incluindo anticorrosivos, antiespumantes, anticavitação, e também, proteção extra para bomba d` água e válvula termostática.
  • Previne a cavitação, evita fervura, evaporação e congelamento do fluído.

Conheça o sistema de arrefecimento

A primeira dica pode parecer meio óbvia, mas é aí que está a diferença! Muitos motoristas deixam de consultar o manual do proprietário e, com isso, não sabem as recomendações de uso do veículo, nem os prazos para manutenção e para a revisão periódica.

Consulte o manual, já que ele possui as especificações próprias do seu carro. Além disso, conheça e inspecione regularmente alguns dos componentes do sistema de refrigeração, como: radiador, bomba d’água, mangueiras, ventoinha, sensor de temperatura, válvula termostática e líquido do sistema de arrefecimento.

Para você ter uma ideia de como funciona o sistema de refrigeração, a água e o líquido do sistema de arrefecimento saem do reservatório de expansão e circulam por entre os dutos do bloco do motor para esfriá-lo. Em seguida, retornam para o recipiente de onde vieram, mas antes passam pelo radiador e são esfriados com a ajuda da ventoinha, que é um pequeno ventilador. Se houver folga ou furo em alguma das mangueiras desse percurso, o sistema fica comprometido.

Esteja atento ao nível de água

Sob o capô do seu carro, perto do motor, está o reservatório do líquido de refrigeração. Nesse recipiente, há indicações de máximo e de mínimo, para as quais você deve ter atenção.
Preencha o nível, de preferência com água destilada ou filtrada. O acréscimo de aditivo é recomendado apenas nas revisões periódicas, quando toda a água do sistema de arrefecimento é trocada.

No uso cotidiano, se o nível de água baixar com frequência, é sinal de que há problema em algum componente do sistema. Nesse caso, consulte seu mecânico de confiança para fazer um diagnóstico.

Fique de olho no painel

O seu carro dá sinais de problemas para várias situações. Com o sistema de refrigeração não é diferente.

No painel de instrumentos, junto com as luzes indicadoras do funcionamento de outros sistemas do carro, há o termômetro que mostra as condições do sistema de arrefecimento. O ponteiro nunca deve chegar perto do vermelho, quando a temperatura passa do ideal.
Se isso ocorrer, pare imediatamente o veículo! Caso contrário, há grave risco do motor fundir, o que trará um prejuízo e tanto para você.

Revisão

Como você pode perceber, o sistema de refrigeração é primordial para o seu automóvel. Não deixe passar nenhuma revisão e troque os componentes defeituosos assim que perceber o defeito. Afinal, o custo de substituição de uma das partes do sistema será muito menor do que a retificação de um motor inteiro, por exemplo.

Você cuida do sistema de arrefecimento do seu veículo? De quanto em quanto tempo você observa e preenche o nível de água?